11 de mai de 2010

Alvaro Dias diz que união do Paraná levou ao fim das multas do Tesouro Nacional

O senador Alvaro Dias (PSDB-PR) afirmou em discurso que o fim das multas que o Tesouro Nacional vinha aplicando ao governo do Paraná, aprovado pelo Senado nesta quarta-feira (28), só foi possível porque os políticos do estado, independente de partido, se uniram ao governador Orlando Pessuti para lutar por uma solução. Ele destacou o trabalho do senador Osmar Dias (PDT-PR), autor da resolução aprovada (PRS 24/08), que "há três anos vinha lutando contra essa injustiça com o Paraná".
Alvaro Dias disse que a multa mensal de R$ 5 milhões vinha sendo aplicada porque o governo do Paraná enfrenta uma ação judicial ligada ao processo que levou à privatização do Banco do Estado do Paraná (Banestado), comprado pelo banco Itaú. Apesar de se tratar de uma disputa judicial entre um banco privado e o governo do estado, a Secretaria do Tesouro Nacional, cumprindo determinações da resolução que aprovou a solução das dívidas do Banestado antes da privatização, considerou o governo do Paraná inadimplente e, por isso, cobrava as multas e impedia o estado de tomar empréstimos para investimentos.
Leia a íntegra na matéria da Agência Senado



Carlos Nascimento

carlosnascimentoaovivo@gmail.com
www.carlosnascimentoaovivo.com.br
Postar um comentário