17 de jun de 2010

Adolescente fere o rosto e cabeça com rojão durante jogo do Brasil

Um menino de 14 anos se feriu no rosto e na cabeça com um rojão na tarde desta terça-feira (15), durante o jogo da Seleção Brasileira contra a Coreia do Norte. Por volta das 16h30, o jovem estava manuseando o rojão perto do rosto e acabou se ferindo. Ele teve escoriações graves e foi levado ao Hospital Metropolitano, onde está internado na Unidade de Terapia Intensiva, mas sem risco de morte.
O acidente aconteceu em frente à casa do menino, na Avenida Giro Watanabe, no Jardim Nova Independência, em Sarandi. Segundo o superintendente da delegacia de Sarandi, Carlos de Oliveira, a polícia está investigando o caso.
De acordo com o artigo 81 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), é proibida a venda à criança ou ao adolescente de fogos de estampido e de artifício, exceto aqueles de potencial reduzido que sejam incapazes de provocar danos físicos em caso de utilização indevida.
A pena prevista no artigo 244 é de detenção de seis meses a dois anos, além de multa, a quem vender, fornecer gratuitamente ou entregar, de qualquer forma, a criança ou adolescente fogos de estampido ou de artifício, a não ser os que não possam provocar danos físicos.
O Corpo de Bombeiros recomenda ainda que não se deve deixar rojões serem manuseado por menores. O estouro deve ser feito sempre em local aberto, onde não haja muitas pessoas por perto.
Postar um comentário