18 de jun de 2010

Moça cai de moto e morre atropelada por van

Uma mulher, de 25 anos, morreu ao cair da Titan 150 que conduzia e atropelada em seguida por uma Van, na BR-376, próximo ao Distrito de São Domingos, em Maringá, por volta das 17h desta quinta-feira (17).
Flávia Caroline Antunes e Silva, natural de Minas Gerais e moradora de Mandaguaçu, chegou a ser conduzida com vida para o Hospital Santa Rita, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Ela trabalhava em Maringá.
Segundo Daniel Baltazar, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a jovem trafegava do lado direito da rodovia, que é pista dupla, quando dois veículos tentavam ultrapassá-la.
"Uma caminhonete F-1000, que estava atrás dela, tentou fazer a ultrapassagem junto com o Citroen, que estava na pista esquerda. Ele achou que os dois veículos poderiam fazer a ultrapassagem juntos. Foi quando ele acabou atingindo a moça pela lateral", explica o policial.
Segundo a PRF, Flávia teria caído na pista e uma van, que vinha logo atrás, a atropelou.
Para o policial, houve imprudência do motorista da caminhonete, José Cândido Macedo Sobrinho, de Sarandi. "Ele fez uma ultrapassagem totalmente irregular. Verificamos que a maior parte dos acidentes é causado pela pressa. Para chegar 15 segundos antes, os motoristas acabam tirando a vida de uma pessoa", conta Baltazar.
O motorista parou para prestar socorro e esperar a chegada dos policiais rodoviários. Ele foi ouvido e liberado em seguida. Sobrinho deve responder por homicídio culposo (sem intenção de matar) na direção de veículos.
O corpo da jovem será levado para Monte Alegre de Minas (MG), onde será sepultado.
Postar um comentário