28 de set de 2010

Não voto mais em Marina.





Pr. Silas Malafaia



NÃO VOTO MAIS EM MARINA E DIGO POR QUÊ
Pior do que o ímpio é um cristão que dissimula. Eu queria entender como uma pessoa que
se diz cristã, membro da Assembleia de Deus, afirma que se for eleita presidente do Brasil
vai convocar um plebiscito para que o povo decida se aprova ou não o aborto, ou se
aprova ou não o uso da maconha.
Marina precisa aprender com a ex-senadora Heloísa Helena, católica praticante e
pertencente a um partido ultrarradical. Heloísa Helena declarou peremptoriamente: "Sou
contra o aborto!" Na audiência pública da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara
dos Deputados, deu um verdadeiro show, não apenas à luz de questões religiosas, como
também científicas. Ela mostrou a desgraça, a mazela, e uma das coisas que mais
aborrecem a Deus: a força dos poderosos contra os indefesos.
Ao propor plebiscito, Marina está "jogando para a torcida", para ficar bem com os que são
contra e com os que são a favor. SAI DE CIMA DO MURO, MINHA IRMÃ! QUE
PLEBISCITO COISA NENHUMA! O povo brasileiro não tem todas as informações
necessárias para decidir esta questão de maneira isenta. Temos toda a mídia a favor dessa
nojeira do aborto. Com certeza vão jogar pesado para influenciar.
Cultivar uma vida cristã significa ser radical. Radical contra o pecado, contra esse sistema
mundano dirigido pelo diabo. Como diz a Bíblia, não vos conformeis com este mundo, mas
transformai-vos pela renovação do vosso entendimento (Romanos 12.2).
A palavra de Marina como cristã teria de ser apenas isto: "Sou contra o aborto e a
legalização da maconha". Como faltaram convicção e firmeza em suas declarações, uma
vez que o cristão tem de "mostrar a cara" posicionando-se de forma categórica contra o
pecado, Marina perdeu meu voto. Já que não tenho tantas opções, votarei em Serra para
presidente.
Infelizmente, Marina não nega suas raízes petistas.

Silas Malafaia
Pastor

Fonte: Semeando Em Terra Fértil



Postar um comentário