14 de set de 2010

OLIMPÍADAS ESCOLARES: Paraná estreia nas coletivas nesta quarta. Ciclismo termina campeão, atletismo com 9 medalhas e xadrez em branco...


OLIMPÍADAS ESCOLARES

Paraná estreia nas coletivas

 

Em ação a partir desta quarta-feira nas Olimpíadas Escolares as equipes feminina e masculina do Paraná nas modalidades de basquetebol, futsal, handebol e voleibol

 

As equipes coletivas do Estado do Paraná estreiam nesta quarta-feira (15/9) nas Olimpíadas Escolares (12 a 14 anos) em Fortaleza. O Estado disputa a competição no basquetebol, futsal, handebol e voleibol, no feminino e masculino.

As equipes de basquetebol jogam no período matinal. As meninas do Colégio Portinari, de Curitiba, enfrentam o Mirassol, do Rio Grande do Norte, a partir das 10h, no ginásio de esportes do Náutico Atlético Cearense.

A equipe masculina, representada pelo Colégio Padre Réus, de Pérola do Oeste, uma hora depois, na quadra B da Universidade de Fortaleza – Uniflor – enfrenta o Salesiano, do Rio Grande do Norte.

As equipes feminina e masculina de futsal do Estado também entram em quadra nesta quarta. O time feminino do Colégio Caesp, de Foz do Iguaçu, atua a partir das 9h, no ginásio de esportes do Colégio Irmã Maria Montenegro/Água Fria, contra o Colégio Metha, do Mato Grosso.

A equipe masculina do Colégio Opet, de Curitiba, enfrenta o São Bento, de Santa Catarina, às 11h, no Centro de Treinamento da CBFS.

Os times de handebol do Paraná, de Santo Antônio do Sudoeste e Floraí jogam pela primeira vez na competição, nesta quarta.

A equipe feminina do Colégio Humberto de Campos, de Santo Antônio do Sudoeste, terá pela frente a equipe da Escola Claudino Crestani, de Santa Catarina, às 9h, no ginásio de esportes Paulo Sarasate.

No masculino, a Escola Estadual Honório Fagan, de Floraí, realiza a sua primeira apresentação, às 14h30, diante do Castro Alves, do Espírito Santo, na quadra 01 da Uniflor.

O voleibol tem jogos programados em dois períodos. A equipe feminina do Colégio Sion, de Curitiba, atua a partir das 11h diante da Escola Dr Jacy de Figueiredo, de Minas Gerais, no ginásio de esportes do Colégio Irmã Maria Montenegro/Piedade. À tarde, o Dom Bosco de Maringá, no masculino, encara a equipe do Colégio Polígono, da Paraíba, às 15h30, na quadra C da Uniflor.

 

 

 

 

Ciclismo paranaense domina em Fortaleza

 

O ciclismo do Estado do Paraná se destacou em Fortaleza, durante as Olimpíadas Escolares (12 a 14 anos). Após as disputas realizadas no Autódromo Senador Virgílio Távora, os paranaenses lideraram no masculino e as paulistas no feminino.

Paraná e São Paulo conquistaram duas medalhas de ouro. Os paranaenses ainda conquistaram três de prata e os paulistas, uma prata e quatro bronzes.


CLASSIFICAÇÃO PARANAENSES
500 metros contra o relógio:
Masculino
1 - Victor Jorge - Paraná
2 - Pedro Cavalheiro - Paraná

Estrada:
Feminino
1 - Kemilly Santos - Alagoas
2 - Rayane Gonçalves Paraná

Revezamento:
Masculino
1 - Victor Jorge/Pedro Cavalheiro - Paraná
2 - Nathan Mahler/Rodrigo Quirino – São Paulo
3 - André Gohr/Gabriel Maestri – Santa Catarina

Feminino
1 - Elley Silva/Thayná Lima – São Paulo
2 - Rayane Gonçalves/Jaqueline Maldonado - Paraná

 

 

 

Atletismo paranaense sobe nove vezes no pódio

 

 

O atletismo paranaense fechou a sua participação nas Olimpíadas Escolares de Fortaleza (12 a 14 anos) com nove medalhas (três de ouro, quatro de prata e duas de bronze) e vagas para o Campeonato Sul-americano que vai ocorrer em novembro, no Peru. As duas medalhas de ouro e com marcas que garantiram vaga campeonato peruano, Ana Paula Caetano de Oliveira, no salto em altura, com a marca de 1m64 e no lançamento do disco, com Karina de March, de Medianeira, com 34.54. Também venceram e se garantiram no Sul-americano, Marcello Augusto Marques, ouro na prova dos 1.000 metros rasos, com 2min40s e os medalhistas de prata Weverson Fidélis, de Campo Mourão, na mesma prova, Tabatá Vitorino de Carvalho, de Maringá e Andrei Martins Freitas, de Cascavel, nos 250 metros rasos.

 

 

MEDALHISTAS:

OURO

Salto em altura

Ana Paula Caetano de Oliveira – de Maringá – recorde com 1m64

 

Lançamento do disco

Karine de Marchi de Almeida – Medianeira – recorde com 34m54

 

1.000 metros rasos

Marcello Augusto Marques – Apucarana – recorde com 2min40s

 

PRATA

1.000 metros rasos

Weverson Fidélis - Campo Mourão

 

250 metros rasos

Tabatá Vitorino de Carvalho – Maringá

 

250 metros rasos

Andrei Martins Freitas – Cascavel

 

REVEZAMENTO 4x75 metros

Andrei Martins de Freitas - Cascavel

Juan Felipe Siqueira - Apucarana

Rodrigo Batista - Ponta Grossa

William  da Silva - Cascavel

 

 

BRONZE

80 metros com barreiras

Jonathan Taylor Dinis Ramos – Ponta Grossa

 

Salto em distância

Guilherme da Silva Dério - Maringá

 

 

 

Técnico valoriza campanha das meninas do atletismo

 

Para o técnico do atletismo feminino, Mauro Inácio de Paula, de Maringá, a campanha das meninas em Fortaleza foi ótima.

"Acredito que tivemos uma participação positiva nas olimpíadas. Tudo saiu dentro do que projetamos. A única anormalidade foi a contusão da Diéssica (Vaz de Souza). Era uma das favoritas na prova dos 75 metros, e ela ainda iria completar o revezamento 4x75 metros. A Ana Paula e a Diéssica estariam nos 4x75. Aí, no momento do revezamento, a Ana estava competindo no salto em altura e por isso não conseguimos classificação à final. Na verdade, não tinha como tirar a Ana do salto, que é a prova dela. A escolha foi acertada, porque ela bateu o recorde, e conseguiu vaga para o Sul-americano", frisou.

 

 

 

 

 

 

 

Xadrez, sem medalhas, agrada técnico

 

O técnico da equipe de xadrez do Paraná, Fernando Pinheiro da Cruz, de Paranavaí, apesar da modalidade não ter conquistado medalhas nas Olimpíadas Escolares de Fortaleza (12 a 14 anos) avaliou como positiva a participação dos enxadristas. Marcos Vinícius Contrera Sakaka, de 11 anos, do Colégio Paroquial, de Paranavaí, conquistou o sétimo lugar, enquanto Jacqueline Santos Ditos, 14 anos, do Colégio João Maffei Rosa, de Juranda, encerrou na décima primeira posição.

Segundo o professor Fernando, os enxadristas têm qualidade e para a próxima edição da competição vão disputar medalhas.

"Na realidade, no masculino, o campeonato foi bem disputado e o Marquinhos, por questão de critério de desempate acabou não conseguindo medalha. A Jacqueline teve uma boa atuação, porém, por ser o primeiro ano, ganhou em experiência aqui. Como ela treina sozinha na cidade dela, provavelmente para o ano que vem será uma forte candidata ao título devido ao esforço que ela tem demonstrado. O Marquinhos, para o ano que vem, será uma grande arma do Paraná. Nas Olimpíadas de Fortaleza ele superou todo mundo, sendo o mais novo do evento. Muitos achavam que ele, pela estatura, não jogava muito, mas ele comprovou capacidade no decorrer dos jogos. Pena que o campeonato foi em cinco rodadas. Se fosse em sete ele seria candidato ao título", analisou.

 

Governo do Paraná
Secretaria de Estado da Educação
Paraná Esporte
Coordenação de Comunicação

Orlando Gonzalez
(44) 9126-5995
(44) 9903-6304

www.radiomaringa.com.br
www.doistoquesnet.com.br
www.paranaesporte.pr.gov.br
www.jogosabertos.pr.gov.br
www.jogosdajuventude.pr.gov.br
www.jogosuniversitarios.pr.gov.br

MSN - doistoquesnet@hotmail.com
http://twitter.com/gonzalezorlando
Skype: doistoquesnet




--
Governo do Paraná
Secretaria de Estado da Educação
Paraná Esporte
Coordenação de Comunicação

Orlando Gonzalez
(44) 9126-5995
(44) 9903-6304

www.radiomaringa.com.br
www.doistoquesnet.com.br
www.paranaesporte.pr.gov.br
www.jogosabertos.pr.gov.br
www.jogosdajuventude.pr.gov.br
www.jogosuniversitarios.pr.gov.br

MSN - doistoquesnet@hotmail.com
http://twitter.com/gonzalezorlando
Skype: doistoquesnet

Postar um comentário