25 de out de 2010

O futebol e a religião.

"Porque chegará uma época quando as pessoas não ouvirão a verdade, mas andarão de um lado para outro procurando mestres que lhes digam apenas aquilo que desejam ouvir. Não ouvirão aquilo que a Bíblia diz, mas seguirão alegremente suas próprias idéias desorientadas." (Bíblia Viva - II Timóteo 4: 3 e 4)


Queridos, tudo bem?


 

Que o amor de Deus a graça e paz de Jesus Cristo e a comunhão do Espírito Santo esteja contigo e com todos os que você ama no dia de hoje e para todo o sempre.


 

Eu sou uma pessoa que gosta muito de futebol tanto de jogar como de assistir, acompanho futebol há muitos anos, que me lembre desde 1982, eu tinha 9 anos e era a final do Campeonato Paulista entre Corinthians 3 x 1 S. Paulo, conheço bastante sobre o assunto. Há alguns anos começaram a aparecer, com mais ênfase, os jogadores chamados de "Atletas de Cristo", exemplos conhecidos hoje: Kaká, Lúcio, Zé Roberto, Edmilson, Hernanes, Roberto Brum, entre milhares de outros nomes. Como o sucesso de muitos deles se evidenciam, vemos em finais de campeonatos com seus times ou com a seleção brasileira um desfile de camisas com mensagens do tipo: "I Love Jesus", "Deus é Fiel", entre outras, orações antes e depois de cada jogo, declarações de agradecimento a Deus por seus bons rendimentos em campo, etc., eu te pergunto qual o problema nisso? Nenhum. Mas, infelizmente, não é o que pensam os "donos do futebol", muitos dos nossos veículos de comunicação e nossos jornalistas formulam matérias reprovando a atitude de misturar futebol e religião estão nos sites, nos jornais, nas revistas, etc, até a FIFA (entidade máxima do futebol) entrou nessa "inquisição". Alguns dizem que o mesmo direito terá alguém que aparecer com uma camiseta escrita "eu não acredito em Deus", eu concordo, se vivemos em uma democracia temos os mesmos direitos, eu apenas acho pouco provável um jogador aparecer com uma camiseta desta, esse tipo de pensamento cabe apenas aos que acham que por terem estudado sabem de toda a verdade e que crer em um "ser superior" é para aqueles fracos e pouco instruídos, ledo engano, o talento nato seja para jogar futebol, ser um bom jornalista, etc., é um dom de Deus, que com nosso esforço podemos aprimorar. O desejo desses pseudos defensores do futebol é de acabar com esse tipo de manifestação nos campos de futebol, eu pergunto, onde esta a democracia? Onde esta o direito de cada um se manifestar?


 

O engraçado, se não fosse trágico, de tudo isso é que esses mesmos veículos de comunicação e jornalistas se sentem ofendidos quando uma mensagem exalta o nome de Jesus Cristo, mas, não se importam em exaltar o nome do diabo, times de cor vermelha como o America/RJ, Manchester United, etc., são chamados de "diabos", jogadores são chamados de "endiabrados" quando fazem lindas jogadas, é tido como "infernal" aquele que é craque de bola, o estádio onde um grande número de torcedores empurra o seu time contra o adversário é chamado de "caldeirão do inferno", adjetivos que, com certeza, ninguém quer, mas, nossos jornalistas não se importam com isso. Não estou pregando contra esses veículos de comunicação e ou jornalistas, desejo apenas que, em um país livre como o nosso, cada um tenha o direito de expor os seus pensamentos e suas crenças, vemos em vários tele-jornais matérias sobre times que vão agradecer uma graça alcançada, matérias sobre a devoção de alguns times a seus "santos" padroeiros, vemos jogadores de times e seleções árabes se ajoelhando e agradecendo ao seu deus, porque contra essas coisas ninguém fala nada? Em minha opinião não devem falar nada mesmo, mas, também em minha opinião devem deixar cada um se manifestar como quiser após terem cumprido a sua obrigação profissional, se um "Atleta de Cristo" aparecer dizendo que não vai jogar ou treinar porque recebeu uma ordem divina para não trabalhar eu serei o primeiro a criticar, mas, se estão cumprindo com suas obrigações, por favor, entendidos de plantão se atenham a fazer o seu trabalho, que é informar, investigar, orientar, nunca julgar. Alguns vão dizer que colocando uma camiseta por cima da camiseta do time estão cobrindo o nome dos patrocinadores que ajudam a pagar seus salários, volto a dizer, cada um pode se manifestar como quiser após terem cumprido a sua obrigação, que é jogar para ganhar os seus jogos, os meios de comunicação, ao entrevistar um jogador, colocam um "zoom" alto e só mostram o rosto do jogador, nessas horas os patrocinadores não são importantes, me parece "dois pesos e duas medidas", não é mesmo?


 

A Palavra de Deus nos diz: "... Entretanto, alegre e livremente me tornei servo de todos, a fim de poder ganhá-los para Cristo. Quando estou com os judeus, pareço-me um deles, para que eles escutem o Evangelho e eu possa ganhá-los para Cristo. Quando estou entre os gentios que seguem as cerimônias e costumes judaicos, não discuto com eles, embora não concorde, porque desejo ajudá-los. Quando estou com os pagãos, concordo com eles tanto quanto possível, com a exceção naturalmente de que, como cristão, eu devo fazer sempre o que é correto. E assim, concordando com eles, posso ganhar sua confiança e ajudá-los também. Quando estou com aqueles cuja consciência facilmente os inquieta, não ajo como se eu soubesse tudo e não digo que eles são tolos; o resultado é que assim eles estão dispostos a me deixar ajudá-los. Sim, qualquer que seja o tipo de pessoa, eu procuro achar um terreno comum com ela, para que me permita falar-lhe de Cristo e permita a Cristo salvá-la. Faço isso para levar o Evangelho a eles e também pela bênção que eu próprio recebo, quando os vejo ir a Cristo." (Bíblia Viva - I Coríntios 9: 19 a 23)


 

E mais: "Portanto, eu insisto solenemente com você, diante de Deus e diante de Cristo Jesus, que um dia julgará os vivos e os mortos, quando aparecer para estabelecer o seu reino, que pregue insistentemente a Palavra de Deus em todos os momentos, sempre que tiver a oportunidade, a tempo e fora de tempo, quando for conveniente e quando não for. Corrija e repreenda o seu povo quando eles precisarem, estimule-os a fazer o bem, e esteja todo o tempo alimentando-os pacientemente com a Palavra de Deus." (Bíblia Viva - II Timóteo 4: 1 e 2)


 

Vamos orar por nossos "Atletas de Cristo" para que continuem firme, no propósito de exaltar o Rei dos reis aos quatro cantos dessa terra, o futebol é um excelente meio para levar o evangelho, sabendo disso o diabo usará de todos os artifícios para impedir a propagação do nome de Jesus através do futebol.


 

Veja a entrevista que participei sobre esse assunto nos links: 1ª parte -http://www.youtube.com/watch?v=1AiYLXPoyPg 2ª parte - http://www.youtube.com/watch?v=fIhgYKEtH6A 3ª parte - http://www.youtube.com/watch?v=cMx3ZFULANg


 

Tudo isso, aqui, escrito é para divulgar a Palavra do nosso Deus e levar a vontade dEle ao maior número de pessoas possível, que Deus através destas palavras possa mostrar a quem lê, a Sua boa, agradável e perfeita vontade, tudo isso em nome do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.


Para Refletir;

 

"Vistam-se de toda a armadura de Deus, a fim de que possam permanecer a salvo das táticas e das artimanhas de Satanás. Porque nós não estamos lutando contra gente feita de carne e sangue, mas contra pessoas sem corpo, os reis malignos do mundo invisível, esses poderosos seres satânicos e grandes príncipes malignos das trevas que governam este mundo; e contra um número tremendo de maus espíritos no mundo espiritual."  (Bíblia Viva – Efésios 6: 11 e 12)




Deus te abençoe e a todos na sua família.


Um abraço,


Pr. Frank Medina - Discípulo de Jesus Cristo

Postar um comentário