23 de nov de 2010

Palestra incentiva a piscicultura em Maringá

Aproveitando o potencial piscicultor de Maringá, foi realizada nesta terça-feira (23.11) a palestra "Melhoramento Genético de Peixes em Água Doce", mais uma atração da 2ª Agrocampo, ministrada no Recinto de Leilões "Ermelindo Bolfer". A palestra trouxe informações sobre o melhoramento genético, correto manejo sanitário, assim como explanações sobre as doenças mais comuns de peixes que vivem em confinamento. O intuito ainda foi divulgar o projeto de expansão da piscicultura em Maringá.

"Temos em Maringá todos os fatores que indicam um bom trabalho nesta área. Além, de lugares alagados, há um número considerável de piscicultores, bem como alevinagem, renomado centro de pesquisas e a Associação dos Piscicultores do Norte do Paraná (Norpeixe)", ressalta o engenheiro agrônomo, José Sergio Righetti - da Emater.

A palestra foi dividida em três apresentações com conceituados profissionais do segmento. Dentre os temas foram abordados o melhoramento genético, as parasitas de importância na piscicultura e implantação do pólo de piscicultura. Entre os palestrantes que contribuíram para o evento, o professor da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Dr. Carlos Antonio Lopes de Oliveira, o pesquisador do Nupélia da UEM, Ricardo Massato Takemoto, e o coordenador do Conselho do Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem), Gilberto Cezar Pavanelli.

O evento foi uma realização da Sociedade Rural de Maringá, Empresa Brasileira de Extensão Rural (Emater) e Universidade Estadual de Maringá.

Postar um comentário