18 de out de 2011

Oposição defende afastamento de ministro e diz que permanência dele no cargo gera suspeitas


Por: Diógenes Botelho

Os líderes da oposição defenderam nesta terça-feira o imediato afastamento do ministro do Esporte, Orlando Silva, acusado de receber propina e chefiar um suposto esquema para desviar dinheiro da pasta por meio do Programa Segundo Tempo. Para os parlamentares, a saída do cargo é essencial para que as investigações do caso, tocadas pela Polícia Federal e Procuradoria Geral da República, ocorram com total isenção.

“Se o governo fosse sério, a presidente Dilma (Rousseff) teria afastado ele de imediato. O ministro insiste em ficar no cargo para apagar impressões digitais (do esquema de corrupção). Fica a suspeita de que, com ele no comando do ministério, possa ocorrer a adulteração de documentos e todo tipo de maquiagem nos contratos”, alertou o líder do PPS na Câmara, deputado federal Rubens Bueno (PR).

Para o parlamentar, o afastamento de Orlando Silva daria ao governo o argumento de que as investigações serão feitas sem qualquer tipo de interferência. “Até porque novas denúncias estão surgindo (
leia aqui). Depois, se nada ficar comprovado contra o ministro, ele pode voltar com mais força ainda”, argumentou Bueno.

Oposição quer ouvir denunciantes

Os líderes da oposição também insistem em ouvir na Câmara o policial militar João Dias Ferreira, e o motorista Célio Soares Pereira, denunciantes do esquema de corrupção no Ministério do Esporte. O PPS já apresentou, na segunda-feira, requerimento para realização de audiência pública com os dois na Comissão de Turismo e Desporto. Na avaliação da oposição, não há sentido o ministro ser ouvido nesta terça-feira, antes da Câmara colher a versão de quem fez a denúncia.

“Não basta o ministro vir aqui para montar palanque e plateia”, resumiu o líder do DEM, deputado ACM Neto (BA). O líder do PSDB, deputado Duarte Nogueira (PSDB), reforça ainda a necessidade do aprofundamento da investigação. “Já surgiram novas denúncias, como esse caso do terreno em Campinas (
leia aqui). A oposição defende o afastamento do ministro e o desdobramento das investigações”, disse.

LEIA MAIS

PPS protocola pedido de audiência com autores da denúncia contra ministro do Esporte


Ministério do Esporte: PPS pede à PGR que abra inquérito para investigar Orlando Silva


Postar um comentário