22 de nov de 2011

Renata Bueno quer cassar mandato de Derosso e de outros vereadores

Em entrevista coletiva realizada na sede do diretório estadual do PPS nesta terça-feira (22), a vereadora de Curitiba Renata Bueno revelou que vai entrar com uma ação popular contra o presidente da Câmara Municipal, João Cláudio Derosso, pedindo o bloqueio de bens, a devolução dos R$ 30 milhões gastos com publicidade e a cassação do mandato do parlamentar.

Ela alega que o presidente, que foi afastado nesta segunda-feira (21), utilizou recursos públicos para promoção pessoal.

Renata afirmou que ao avaliar uma série de cópias de contratos e recibos conseguiu levantar diversas irregularidades.

“O pedido de afastamento do presidente foi um passo a frente, mas não é o suficiente. Pelo menos vamos terminar o ano com recuperação da dignidade da Câmara Municipal. Agora queremos a cassação. Desta maneira será retirado o mandato, impedindo que ele seja eleito novamente”, disse.

Ação

A vereadora também enfatizou a necessidade de chamar o município como autor da ação. Ela entende que os recursos públicos supostamente desviados são de propriedade dos contribuintes. “O município deve assumir. A Câmara sofreu um desgaste imenso. Em nenhum momento a prefeitura se manifestou. Através da justiça temos boas chances de conseguir a devolução do dinheiro”, declara.

Na entrevista, Renata afirmou ainda que o PPS foi o único partido a pedir toda a documentação que confirma os contratos da Câmara Municipal com agências de publicidade. As cópias dos contratos foram encaminhadas ao presidente do partido, deputado federal Rubens Bueno, após o presidente Derosso ter negado a entrega e ter pagado multas.
“O PPS fez uma investigação paralela e foi o primeiro a solicitar os documentos. Muitos fatos ainda deverão ser apurados. Há, inclusive, nomes de outros vereadores envolvidos. O envolvimento de outros políticos manteve o Derosso por todo este tempo na atividade. Foi ele quem autorizou tudo”, disse.


Blog Fabio Campana

Postar um comentário