30 de abr de 2012

UPA de Sarandi vai ser inaugurada dia 3

A Administração Municipal de Sarandi inaugura nesta quinta feira (3) a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) às 20 horas, na Rua José Munhoz, 286 Jardim Castelo. A mais moderna estrutura construída no Estado, com capacidade para atender 350 consultas por dia com atendimento 24 horas.
    Em uma área de 950 metros quadrados, a UPA tem leitos com UTI, camas elétricas, aparelho radiologia digital, o resultado dos raios-X sai em questão de segundos, ultrasom digital, na recepção as pessoas serão atendidas com total conforto, poltronas modernas, TV de LCD, mesa com café e funcionários treinados. Um servidor para computadores e 17 câmeras vão garantir a agilidade e segurança no atendimento, todo o sistema funcionara de forma integrada.
   Os profissionais que vão trabalhar na Unidade estão sendo treinados pelo Corpo Docente da Faculdade Uningá e no Hospital Memorial. Os médicos e enfermeiros participaram do curso de extensão de Urgência e Emergência. A Faculdade também está treinando os técnicos em enfermagem, os servidores que atuam nos serviços gerais e lavanderia. Os profissionais da recepção fizeram um curso de qualidade e humanização no atendimento de saúde. Todos os profissionais que estavam no antigo Pronto Socorro estão sendo treinados para atender na UPA. E a administração Municipal abriu um concurso público para contratar médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem.
    A construção da UPA foi feita através da parceria do Governo do Estado com a Prefeitura. O Ministério da Saúde liberou R$ 1.050,000, 00 e a prefeitura investiu R$ 700 mil reais na construção do prédio. Em equipamentos o governo federal colocou R$ 350 mil reais e a prefeitura R$ 750 mil reais.
  Segundo o Secretario de Saúde Marco Aurélio, o Pronto Socorro vai ser desativado e todo o atendimento de Urgência e Emergência será feito na UPA, o atendimento dos postos de saúde vão continuar sendo feitos normalmente. Nas Unidades de Pronto Atendimento a população pode resolver problemas como pressão alta, febre, cortes, queimaduras, alguns traumas e receber o primeiro atendimento para infarto ou Acidente Vascular Cerebral (AVC), entre outras enfermidades. Quando o paciente chega à unidade, os médicos prestam socorro, controlam o problema e detalham o diagnóstico. Eles analisam se é necessário encaminhar o paciente a um hospital ou mantê-lo em observação por até 24h.
 Assessoria de Comunicação de Sarandi

Postar um comentário