11 de jul de 2012

Demóstenes Torres tem o mandato cassado no plenário do Senado



Por 56 votos a 19 (houve cinco abstenções), o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) teve o mandato cassado em sessão no plenário do Senado. A votação, secreta, ocorreu após mais de três horas de discursos. Participaram da sessão 80 dos 81 senadores.

O processo de cassação por quebra de decoro parlamentar foi aberto a pedido do PSOL. Demóstenes é acusado de ser o braço político do contraventor Carlinhos Cachoeira.

Durante a sessão que resultou no fim do seu mandato, Demóstenes fez um discurso de defesa de cerca de 35 minutos, em que se disse perseguido, apresentou elementos para rebater as acusações que sofreu e se definiu como bode expiatório.
Tanto Demóstenes quanto seu advogado, Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, afirmaram que não há provas de envolvimento com esquemas criminosos e pediram que o caso fosse julgado pelo Judiciário.


Blog: Gauchão
Postar um comentário