19 de jul de 2012

Pedidos de impugnação



Pedidos de impugnação agitam os bastidores da política.

Uma das armas utilizadas na disputa eleitoral são os pedidos de impugnação e, como o prazo dos pedidos se encerraram na última sexta-feira 13, as especulações das batalhas judiciais seguem alimentando os fofoqueiros de plantão.

Os pedidos de impugnação fazem parte do jogo político. Em Curitiba, por exemplo, pedidos tentam impedir as candidaturas de Luciano Ducci (PSB), Ratinho Júnior (PSC) e Carlos Moraes (PRTB).  Em Maringá os pedidos de impugnação contra as candidaturas de Roberto Pupin (PP), Maria Iraclézia (DEM), Enio Verri (PT), Dr. Batista (PMN), Wilson Quinteiro (PSB) e Alberto Abraão (PV) tentam impedir as candidaturas dos mesmos.

Em Marialva o Ministério Público pediu a impugnação do ex prefeito Humberto Feltrin (DEM), alias, Feltrin já está inelegível pela relação divulgada pelo Tribunal de Contas do Paraná (TC).

Outros dois candidatos também tiveram o pedido de impugnação do Ministério Público (MP), O ex prefeito Celso Maritni (PP) e o atual presidente da Câmara e candidato a vice na chapa de Martini, Onésimo Aparecido Bassan.

Para tumultuar o clima político na Capital da Uva, o vereador Neto, aliado de Feltrin, sem nenhum respaldo jurídico pediu a impugnação do candidato Deca (PSB). Segundo analistas este pedido é uma estratégia, pois seria uma tragédia nas campanhas de Feltrin e Martini, o atual prefeito, Edgar Silvestre – Deca, ser o único candidato sem nenhuma restrição.

Portanto, a única verdade é que somente o candidato Deca, não está impugnado pelo MINISTÉRIO PÚBLICO.  

 

Em Sarandi não é diverente.


A coligação do Volpato, pediu a impugnação do Atual prefeito e candidato a reeleição Carlos De Paula e de seu vice Luiz Carlos de Aguiar, já cidadões entraram segundo informações nesta tarde com o pedido de impugnação da Valter Volpato e Nelson Bazzoti.


 

Postar um comentário