3 de ago de 2012

Manifesto Do CEEBJA: Carta Aberta a Comunidade e Autoridades


GRÊMIO ESTUDANTIL CEEBJA - SARANDI
BIENIO 2011/2012


Nobre Senhores.

Venho através de o presente manifestar a insatisfação dos alunos deste estabelecimento de ensino com as mudanças aplicadas em nossa escola. Sendo que os períodos mais afetados estão sendo os estudantes do período matutino e vespertino. Com a aplicação inviável dos estudos coletivos em ambos os períodos e com demanda de 4 horas/aula semana no estudo individual, fica inviável a permanência dos estudantes em nossa escola, resultando uma desistência em massa.
Visando que a proposta pedagógica – curricular da Educação de Jovens a Adultos, deveria ter como foco central o Perfil do Educando, sendo assim o NRE deveria primar por esses princípios, tornando-o  essencial para a formação da Grade Curricular. Visando que a oferta de 5 horas/aulas fracionadas, é completamente absurda, esta Agremiação estudantil solicitou aos professores que optassem pelas 4 horas/aulas. Vendo que mesmo assim ainda teríamos problemas com o turno matutino e vespertino, solicitamos a direção da escola que providenciasse as medidas necessárias para a dobra de demanda dos períodos citados, para que assim pudéssemos suprir a perda do estudo coletivo, estudo esse que não se encaixa no Perfil do Educando.

“Uma grande parte dessa comunidade reside no município de Sarandi e trabalha no município de Maringá, dificultando a participação destes no atendimento oferecido na forma coletiva, em função do horário de entrada; por essa razão, há uma procura maior pelos alunos no atendimento oferecido na forma individual, pois se organizam de acordo com a possibilidade de horário” (Caracterização da População 2.2 Pagina 6 do PPP do CEEBJA SARANDI)

Em resposta a direção deste estabelecimento informou que já havia encaminhado ao NRE um oficio fazendo a tal solicitação, oficio este que requisitamos uma copia, Oficio 047/2012 (Copia em Anexo). Após muita cobrança recebemos copia do indeferimento do NRE, Oficio 242/2012 (Copia em anexo).
Sendo assim mesmo após muita conversação com a Chefe do Núcleo Regional de Maringá a Senhora Maria Inês Teixeira Barbosa que pouco fez para sanar os problemas vividos por nossos estudantes, e não foi falta de conversação, os Estudantes do CEEBJA de Sarandi não encontra outro meio a não ser a mobilização e pedido imediato de moção de apoio da autoridades locais, regionais e estaduais, para que juntos possamos lutar em prol da educação básica de jovens e adultos, e possamos garantir uma educação Básica de qualidade. Visando que a Secretaria de Educação possa nesse momento ouvir os estudantes, debater sobre seus pensamentos e idéias para o melhor caminhar da educação de jovens e adultos, pois ninguém melhor do que os interessados na causa para garantir que seus direitos sejam cumpridos, e sua voz seja ouvida.
Os estudantes do CEEBJA Sarandi  abaixo assinado solicitam junto a Secretaria de Educação 5 horas/aulas diretas, e a dobra de demanda para o período Matutino e Vespertino.


A educação de adultos torna-se mais que um direito: é a chave para o século XXI; é tanto conseqüência do exercício da cidadania como condição para uma plena participação na sociedade. Além do mais, é um poderoso argumento em favor do desenvolvimento ecológico sustentável, da democracia, da justiça, da igualdade entre os sexos, do desenvolvimento socioeconômico e cientifico, além de um requisito fundamental para a construção de um mundo onde a violência cede lugar ao dialogo e à cultura de paz baseada na Justiça.” (Declaração de Hamburgo sobre o EJA)
  



                João Cidadão                                            
                       Presidente                                                               
                   Grêmio Estudantil                                                      





Postar um comentário