20 de ago de 2012

Rubens Bueno questiona ausência do Paraná no Pacote das Concessões


O deputado federal Rubens Bueno participou nesta segunda-feira (20 de agosto) do Fórum Futuro 10 Paraná na sede da Ocepar, em Curitiba. O evento teve o objetivo de debater o pacote de concessões de estradas e ferrovias anunciado pela presidente Dilma Rousseff. No encontro, com a presença de parlamentares da bancada federal, secretários do governo estadual e representantes de entidades estaduais, Rubens criticou o descaso do Governo Federal com o estado. "Por que o Paraná foi excluído do Pacote das Concessões? Vamos a Brasília para pleitear as obras estratégicas do nosso estado. Se em parte o presente foi comprometido vamos olhar para o futuro, para também não comprometê-lo. Este caminho que está sendo traçado para o Paraná não é bom", declarou.
O encontro foi conduzido pelo coordenador do Conselho Diretivo do Fórum, Guilherme Cunha Pereira, e contou com a presença do deputado federal Osmar Serraglio, que coordena a bancada paranaense, o senador Sergio Souza e demais lideranças. O pacote contemplou apenas dois trechos ferroviários no Paraná, deixando estranhamente de fora obras consideradas prioritárias para destravar a economia do estado.  
Para Rubens, o governo federal ainda não compreendeu as demandas do Paraná.  O estado apresenta gargalos em portos, aeroportos, ferrovias e rodovias, que travam o desenvolvimento. "Vamos conversar com a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, que como paranaense deve entender as carências de nosso estado. Se ela não souber, quem saberá?", questionou o deputado. As lideranças também farão uma audiência com o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos.
Ao também participar da reunião, o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Fillho, demonstrou-se extremamente preocupado e disse que esta reunião do Fórum Futuro 10 Paraná tem o objetivo de transformar uma situação adversa em algo positivo. O secretário ainda reclamou sobre uma afirmação feita por ministros de que o Paraná não foi incluído por não ter projetos. "Mas se o DNIT que representa o governo federal não fez os projetos, precisamos descobrir o que falta para que esses projetos sejam realizados e incluídos".
Entre todos os investimentos necessários para o Paraná o secretário destaca as ferrovias. "O Paraná seria o estado mais interessante para novos projetos em ferrovias. O que foi apresentado é assustador", lamentou.  
 
 
 
 
 
Postar um comentário