22 de ago de 2013

Árbitro explica expulsão de Sheik contra o Luverdense: “Tentou dar um selinho no adversário”

Momento do flagrante da tentativa de selinho. (Foto: Ricky)O Corinthians conseguiu a façanha de perder do poderoso Luverdense, em plena cidade de Lucas do Rio Verde. Apresentando um futebol horrível, o clube alvinegro não superou a defesa adversária, tomou pressão do time de Mato Grosso e teve dois jogadores expulsos: Romarinho e Emerson Sheik. O primeiro foi expulso após duas faltas e por medo de ficar no vestiário com o Sheik, após o jogo. Mas a polêmica ficou mais uma vez por conta de Emerson – ou Ermiçu, como diz o crack Neto. O corintiano arrumou uma confusão com o zagueiro Zé Roberto ao tentar roubar um beijinho.
“O Sheik chegou já ficando perto demais, na hora dos escanteios se esfregava em mim. Aí quando ele veio me dar um beijinho, começou a confusão. Eu não tenho problema com a diversidade, mas pedir para eu chamá-lo de Odalisca e querer um selinho já é demais”, disse em entrevista exclusiva ao portal Olé do Brasil, o zagueiro Zé Roberto.
Revoltada, a torcida corintiana não sabe no que focar o próximo protesto: na nova tentativa de beijo do Sheik ou na derrota humilhante para o Luverdense. O clube paulista, que já é motivo de piada por tantas outras razões, conseguiu a façanha de perder para o time que está sendo chamado do novo Tolima.
A alegria do time de Lucas do Rio Verde é que no próximo jogo, com a expulsão de Sheik, não haverá tentativas de mais beijinhos.
Postar um comentário