20 de set de 2013

Jogo Politico: Fizeram coisa errada

Estratégia para ‘pegar’ De Paula pode gorar

claudionei
Pra variar, a política ferve em Sarandi. Dois dos nove envolvidos no caso do Posto Juninho (uma lei teria sido aprovada irregularmente para beneficiar o estabelecimento) no último dia 12 apresentaram desistência do recurso de apelação ao STF. Desta forma, os ex-vereadores Claudionei Vitorino (foto) e Cleiton Damasceno do Carmo assumiram a condição de ímprobos, perdendo os direitos políticos e se dispondo a pagar a multa imposta pela justiça, de cerca de R$ 40 mil. O objetivo, porém, seria provocar prejuízo aos outros sete envolvidos – entre eles, o prefeito Carlos Alberto de Paula (PDT) e o atual presidente da câmara, Rafael Pszybylski (PP) -, já que existiria formação de litisconsórcio passivo unitário e, por isso, o recurso de apelação interposto por Claudionei e Cleiton também valeria aos demais. Agora vai se discutir o tipo de litisconsórcio – seria mesmo unitário ou o simples? Além disso, a petição de desistência foi protocolizada pelo próprio ex-vereador e não por advogado. A estratégia, portanto, pode gorar.
Por trás da estratégia estaria o ex-prefeito Cido Spada (PV), em cuja empresa Claudionei Vitorino trabalha. Até agora, o movimento no tabuleiro do xadrez político de Sarandi fez Spada perder ex-aliados – Rafael Pszybylski e Belmiro Barbeiro -, que também perderão se prevalecer a tese do litisconsórcio unitário, que será analisada pela relatora, desembargadora Maria Aparecida Blanco de Lima, para quem a desistência foi encaminhada pela vice-presidente em exercício do Tribunal de Justiça do Paraná, Dulce Maria Cecconi.
Blog do Rigon

Ps: Quando for armar contra alguém pelo menos faça direito:




Postar um comentário