1 de out de 2013

Palmeiras define Londrina como casa em novos dois jogos de suspensão

Após Itu e Presidente Prudente, o Palmeiras adotará uma cidade fora de São Paulo como casa nesta Série B do Brasileiro para cumprir mais uma punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Sem poder atuar no Pacaembu contra Figueirense, no dia 8, e Guaratinguetá, no dia 11, o time atuará em Londrina (PR), no estádio do Café.
A escolha da cidade no norte paranaense se explica por razões econômicas. Pesquisas apontaram a grande presença de palmeirenses no local, tanto que foi em Londrina que o clube lançou a primeira filial da Academia Store, rede de lojas oficiais do Verdão, fora do estado de São Paulo.
Londrina venceu a disputa em definição que ocorreu nesta segunda-feira após disputar o posto de nova casa alviverde com Brasília (DF), Campo Grande (MS) e Uberlândia (MG). Em todas as opções, o clube não teria gastos com o deslocamento da capital, e o elenco solicitou também um local que tivesse campo em boas condições.
No estádio do Café, o duelo contra Figueirense será às 19h30 (de Brasília) do dia 8, enquanto o confronto diante do Guaratinguetá está marcado para as 21h50 do dia 11. Esta segunda partida pode ser a que confirmará matematicamente a volta do Palmeiras à primeira divisão nacional.

A programação do time de Gilson Kleina é de voltar de Natal, onde a equipe enfrenta o ABC no sábado, para ter folga no domingo e embarcar para o Paraná já na próxima segunda-feira, treinando na cidade entre os dois compromissos em Londrina.

Por conta de confusão dos torcedores, o Palmeiras começou a Série B mandando três jogos (vitórias contra Atlético-Go e Avaí e derrota para América-MG) no Novelli Junior, em Itu, e um no Prudentão, em Presidente Prudente (goleada sobre o Oeste). A nova punição é decorrente de briga entre membros da Mancha Alviverde e da Torcida Uniformizada do Palmeiras (TUP) em Guaratinguetá, em 27 de julho.
Postar um comentário