29 de mai de 2014

Prefeitura confirma que Maringá não atende oncologia infantil. Tratamento tem que ser feito em Curitiba


No Dia Mundial de Combate ao Câncer, uma triste notícia para Maringá. Em resposta ao requerimento do vereador Carlos Mariucci (PT) aprovado em 2013, que solicitava informações sobre a oncologia infantil em Maringá, a prefeitura confirmou o que havia sido levantado pelo vereador em 2013: crianças com câncer são obrigadas a ir para Curitiba para tratar a doença.
A resposta oficial da prefeitura foi encaminhada à Câmara este ano e assinada pelo secretário municipal de gestão, José Luiz Bovo. "O atendimento oncológico pediátrico é referenciado para Curitiba no Hospital Pequeno Príncipe e Erasto Gaertner, pois os hospitais em Maringá não possuem habilitação para o tratamento onco pediátrico", diz o ofício em resposta ao requerimento.
Para o vereador Carlos Mariucci as crianças com câncer são vítimas da doença e da falta de comprometimento da prefeitura e do governo Beto Richa.
"A gestão municipal e o governo Richa não conseguem viabilizar o atendimento onco pediátrico na terceira maior cidade do Paraná por falta de vontade política. Enquanto isso nossas crianças são obrigadas a viajar até a capital para ser atendidas. Maringá não merece isso. Depois dizem que está tudo uma beleza...", critica Mariucci.
Na sessão da Câmara desta terça-feira (08) os vereadores vão receber representante da Rede Feminina de Combate ao Câncer para falar sobre o Dia Mundial de Combate ao Câncer. 
Gabinete do vereador Carlos Mariucci (PT)

Postar um comentário