3 de jun de 2014

ANISTIA DISCIPLINAR ECLESIÁSTICA - Na Assembléia de Deus Sarandi

"Concede Anistia Disciplinar Eclesiástica a 
membros dissidentes da Congregação 
IEADCEMAR de Sarandi Centro e dá oportunidade 
de reintegração ao MINISTÉRIO a obreiros. "

Em informações prestadas ao Blog Sede de Justiça, alguns membros da IEADCEMAR de Maringá, me informou que o presidente PR. Robson resolveu dar anistia aos "Rebelados", o que mais chama atenção na carta de anistia são algumas frase, tais como: 

"Com base nas palavras do Senhor Jesus registradas no Santo Evangelho de João 
20.23b “ ... àqueles a quem os retiverdes lhes são retidos”, esta Anistia não alcançará os 8 
(oito) ex-ministros da IEADCEMAR que, em 23 de abril de 2014, na cidade de Toledo - PR, 
pela CIEADEP - Convenção das Igrejas Evangélicas Assembleia de Deus do Estado do 
Paraná, na Assembleia Especial de Pastores Presidentes foram desligados do rol de ministros 

daquela Convenção. " Texto da Carta de anistia 

Pelo que entendi os pecados de oito ex-ministros da IEADCEMAR não serão perdoados, pelo pastor Robson Brito, Também não serão perdoados as pessoas que ingressaram com processos judiciais contra o referido Pastor.

"Também são inclusos na exceção descrita no parágrafo anterior e, portanto, não serão 
anistiados, os ex-membros da referida congregação que ingressaram com ação judicial 
secular contra a IEADCEMAR e/ou contra membros seus ou que estão sofrendo no pólo 
passivo ação judicial contra si, de fatos ligados à referida dissidência." Texto da Carta de anistia

Ver Anistia Completa Aqui: Anistia da Assembléia de Deus

Vamos tentar compreender melhor sobre o Perdão.

O que é o Perdão?

"A palavra grega traduzida como “perdoar“ significa literalmente cancelar ou remir. Significa a liberação ou cancelamento de uma obrigação e foi algumas vezes usada no sentido de perdoar um débito financeiro. 

Para entendermos o significado desta palavra dentro do conceito bíblico de perdão, precisamos entender que o pecador é um devedor espiritual. Até Jesus usou esta linguagem figurativa quando ensinou aos discípulos como orar: “e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores“ (Mateus 6:12). 

Um outro requisito muito importante é perdoar. A quem? A TODOS QUE NOS OFENDERAM, inclusive a nós mesmos. O perdão que recebemos só permanece se perdoarmos os que nos ofenderam (Mateus 6:14-15), lembrando que Cristo nos perdoou (Efésios 4:32). Leia também Mateus 18:21-35.

Tendo assim analisado sobre Perdão fico com a Bíblia que diz: "E quando vos puserdes de pé para orar, perdoai, se tiverdes algum ressentimento contra alguém, para que também vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe os vossos pecados. "(São Marcos 11, 25)

Ou seja caros leitores em outras palavras a Bíblia nos ensina a perdoar a todos sem discrição, quem retem o perdão contra um irmão o também não será perdoados. Ver Mateus 18: 1-35. 


Postar um comentário