Contagem Regressiva

8 de jun de 2016

CP contra Luizinho Gari. Poderia ser armação?

Analisando as acusações contra o vereador Maringaense Luizinho Gari (PDT).
Sinto um clima de armação no ar. Pois uma vez que na primeira Comissão Processante em depoimento a Ex-Esposa do vereador Luiz Gari, afirmou que nunca foi agredida fisicamente por ele, e que o ocorrido não passou de um mal entendido entre o casal, ocassionado por ciúmes.
Ja a segunda Comissão Processante em relação a ameaça sofrida pelo Vereador Mario Verri (PT) aparenta ser mais uma manobra para holofotes do que uma verdadeira acusação, uma vez que o unico que não ha confirmação que no envelope entregue pelo Assessor do vereador Luiz Gari, apenas a palavra do vereador denunciante.
Agora uma pergunta é clara.
A ex-esposa do vereador era realmente funcionária Fantasma do Deputado Enio Verri (PT). Com essas informações o Vereador Mario Verri (PT) se mostra ligado diretamente e com interesse familiar no caso do Luiz Gari, ele poderia estar a frente da Comissão Processante? Nao estaria colocando em duvida todo os trabalhos de ambas comissões?
Poderia tudo o que esta sendo feito, ser armação?

Postar um comentário