12 de ago de 2016

🚨POLÍCIA CIVIL DE MARINGÁ PRENDE LATROCIDA EM SARANDI

Todo o efetivo da Polícia Civil de Maringá participou de uma operação policial que começou no início da tarde desta quinta-feira (11) e só terminou com a prisão de Jeferson Jonatan Pires de 32 anos, o vulgo "Pico". Jeferson estava escondido em uma mata em um dos bairros de Sarandi, mas quando foi preso pelos agentes da 9ª SDP transitava pela Avenida Londrina, centro da cidade. Sem esbouçar qualquer tipo de reação, Jeferson logo disse perdão aos policiais. Algemado, o latrocida foi encaminhado para a sede da Polícia Civil de Maringá. O marginal esta semana matou duas pessoas na cidade para roubar. O primeiro crime cometido por Jeferson foi na Avenida Brasil contra Roberto Aparecido de Souza de 41 anos, morador de Floresta. A vítima andava pela calçada quando um veículo Monza cercou o homem, Jeferson desceu do carro e logo foi golpeando com faca o senhor de 41 anos. A vítima que não reagiu levou sete facadas e morreu. O ladrão levou a carteira e celular da vítima. Na sequência, os três suspeitos que estavam no automóvel saíram sentido Sarandi quando na Avenida Colombo abordaram um travesti identificado pelo nome de Cleidson João dos Santos de 24 anos. A segunda vítima também foi esfaqueada e morreu após alguns minutos. Câmera de segurança de uma loja no centro de Maringá ajudou a Polícia Civil a identificar rapidamente os autores dos latrocínios. Edneu Sampaio da Silva de 27 anos que é cunhado de Jeferson foi quem dirigiu o Monza, ele continua foragido. Éder Scorpioni de 20 anos, o vulgo "Pecado", que estava como passageiro também está sendo procurado pela Polícia Civil de Maringá. Em entrevista para o repórter André Almenara, Jeferson confessou ter matado as duas pessoas, mas alega que estava bêbado e drogado. Em breve o repórter André Almenara vai exibir uma entrevista com o assassino que conta com detalhes como foi que agiu na madrugada da última segunda-feira.fonte e fotos: André almenara
Postar um comentário