5 de mai de 2017

Vereador devolve ingressos de Feira e pagará entrada do próprio bolso

O vereador de Maringá Rogério do Carmo (PR) agradeceu mas devolveu os ingressos cortesias e credencial recebidas em seu nome para a 45º Expoingá.
 
Primeiro, gostaria de agradecer a Sociedade Rural de Maringá por disponibilizar cortesias para a 45º edição da Expoingá.
Neste momento, apesar de grato e lisonjeado, faço a devolução dos referidos convites por não me sentir confortável em aceitar tal gentileza devido à função política que ocupo em nossa cidade.
Informo ainda que estarei prestigiando a feira que muito soma para nossa cidade e região, porém arcando com os custos como qualquer cidadão.
Espero compreensão de todos, pois nossa finalidade é somar para o crescimento imparcial da nossa cidade,” informou o vereador.
Recentemente Do Carmo solicitou através do requerimento 383/2017, aprovado na Câmara, as seguintes informações a respeito da Expoingá:
1 – como serão cobrados os alvarás que são exigidos para as todas as empresas que exercem atividades de prestação de serviços dentro do Parque, nos termos da Lei Complementar n. 677/2007 e da Lei Complementar n. 888/2011;
2 – como a Municipalidade cobra o ISSQN – Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza referente aos shows e bilheterias da feira, bem como das empresas que exploram o estacionamento, das empresas que exploram a Barraca Universitária, que também funciona na mencionada feira, e das demais empresas que exploram atividades comerciais dentro da feira;
3 – qual é o procedimento adotado pela vigilância sanitária para autorizar o funcionamento das barracas que vendem alimentos nesse evento, declinando também o quanto segue: a) se os licenciamentos para as barracas são individualizados; b) se há obrigatoriedade de que os licenciamentos estejam expostos ao público em local visível; c) se a vigilância sanitária fiscaliza as referidas barracas periodicamente durante a realização do evento, e, em caso positivo, decline com qual frequência ocorre a fiscalização e d) quantos fiscais serão disponibilizados para proceder à fiscalização em questão;
4 – se as condições sanitárias (limpeza e conservação) do evento em questão são mantidas por servidores da Administração Municipal ou por servidores terceirizados, contratados pela Sociedade Rural de Maringá; 5 – qual é o montante de valores que a Municipalidade repassará à Expoingá 2017 referentes ao dia em que será comemorado o aniversário da cidade de Maringá.

Via: Maringá Manchete
Postar um comentário