7 de nov. de 2020

Candidato a Prefeito Walter Volpato, com informações inverídicas pede o Cancelamento do Debate em Sarandi


 O Blog Sede de Justiça, não estava participando do evento. Porém se solidariza com os companheiros de imprensa.
1° Pela falta com a verdade do Candidato a Prefeito Walter Volpato.
2° Acreditamos que não foi apenas uma forma de Fugir do debate, mais sim de um atentado a Democracia. 

(Respeitamos a falta de vontade do Candidato Walter Volpato, de não comparecer ao debate, agora impedir, com Inverdades é uma afronta a democracia.)




*NOTA A RESPEITO DO CANCELAMENTO DA “LIVEDEBATE”*


As páginas Sarandi Em Foco, Sarandi da Deprê e Victor Hugo Sarandi, cumprem o seu dever de comunicar aos seus seguidores e ao público em geral, de forma oficial, o cancelamento da primeira “LIVEDEBATE que seria promovida na noite da última quinta-feira, 05 de novembro de 2020, com os candidatos ao cargo de prefeito no Município de Sarandi.

Em cumprimento a decisão da Exma. Juíza Eleitoral Ketbi Astir José da 206ª Zona Eleitoral de Sarandi – Pr, no processo judicial 0600409-37.2020.6.16.0206, suspendemos o debate.

Conforme trecho do texto da decisão, a parte representante (coligação “Sarandi Não Pode Parar”) “Alega, em síntese, que a Parte Representante tomou conhecimento pelo Facebook dos Representados que no dia 05/11/2020 haverá um debate entre os candidatos a prefeito de Sarandi/PR, intitulado “LIVEDEBATE”, porém o candidato Walter Volpato não foi cientificado deste debate, muito menos das regras a serem estabelecidas para tanto.

Destaca que a intenção dos Representados é “favorecer um candidato em detrimento de outro, haja vista que, diante do desconhecimento da referida live, por óbvio, o candidato a Prefeito Walter Volpato não estaria presente, fazendo com que o tempo deste seja destinado aos demais, não respeitando o tratamento isonômico entre os convidados, conforme dispõe a legislação eleitoral.”

Aduz a inobservância das regras previstas no art. 46 da Lei 9.504/97 e art. 44 da

Res. TSE 23.610, tendo em vista não houve convite com antecedência mínima de 72 horas da realização do debate, não houve acordo entre os interessados para a realização do evento bem como não houve ciência à Justiça Eleitoral.”


*Com relação as alegações da coligação “Sarandi Não Pode Parar” e os últimos eventos que se sucederam, queremos salientar o seguinte:*


Todos os candidatos foram convidados. No entanto, apenas os candidatos Carlos Alberto de Paula Júnior (Progressistas) e Fernando Sant Ana (PTC), por motivo de agenda, não tiveram o convite protocolado. O candidato Carlos De Paula foi convidado por meio de ligação telefônica. O candidato Fernando Sant Ana (Fernandinho) não quis receber um representante da organização do evento para protocolar o convite, nem indicou um representante, mas recebeu o convite via WhatsApp e de imediato declinou alegando não poder participar.

Já os candidatos Walter Volpato (PSC) e Aparecido Bianco (PT) foram sim formalmente convidados, por meio de convites devidamente protocolados. No caso do candidato do PSC, o convite foi protocolado na última quinta-feira (29.10.2020) na sede do comitê da coligação, por indicação do próprio coordenador da campanha. O convite ao candidato do PT foi protocolado na sexta-feira (30.10.2020) junto a assessoria, também por indicação do candidato ao manter contato telefônico com a organização do evento.

Nos convites, inclusive, foi solicitado as coligações que confirmassem presença, conforme o seguinte trecho: “Informo que, se aceitar nosso convite, providenciaremos uma reunião com os assessores de todas as coligações na próxima sexta-feira, dia 30 de outubro de 2020, com horário a ser definido, para apresentação das regras do debate e formalização de acordo. ”

Vale ressaltar que, independentemente da não realização da reunião com os representantes das coligações, as regras previstas para o debate foram anexadas e entregues em envelope junto ao convite, com mais de 72 horas de antecedência.

Sem confirmação de presença, a reunião com os representantes dos partidos para discutir as regras do debate não foi realizada no dia 30.10.2020. No entanto, seria remarcada.

No que se refere a obrigatoriedade de dar ciência a Justiça Eleitoral acerca da realização desse debate, reconhecemos que não foi realizada em tempo hábil. O e-mail comunicando sobre o evento foi encaminhando a 206ª Zona Eleitoral de Sarandi na noite da última quarta-feira (04.11.2020), às 23:16, com cópia para a Coordenadoria de Comunicação Social do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) no endereço eletrônico ascom@tre-pr.jus.br.

Em relação a parte que menciona que a intenção dos Representados (páginas organizadoras) seria de “favorecer um candidato em detrimento de outro, haja vista que, diante do desconhecimento da referida live, por óbvio, o candidato a Prefeito Walter Volpato não estaria presente, fazendo com que o tempo deste seja destinado aos demais, não respeitando o tratamento isonômico entre os convidados, conforme dispõe a legislação eleitoral.”, ressaltamos o seguinte: 

Os organizadores não entendem dessa forma, levando em consideração que todos os candidatos tiveram o mesmo tratamento desde a concepção do projeto “LiveDebate” até o momento da formalização do convite. O formato do debate daria aos participantes, de forma isonômica e democrática, a oportunidade de explanarem suas ideias sem qualquer tipo de injustiça ou diferença de tratamento.

E já em relação aos conteúdos de determinadas páginas ligadas a candidato A ou B, entendemos que o posicionamento político dos administradores enquanto cidadãos com seus direitos garantidos, bem como a sua liberdade de expressão, não prejudicaria o evento. Os organizadores e demais apoiadores fariam simplesmente a transmissão do mesmo, sem qualquer tipo de interferência na dinâmica do debate, considerando as regras enviadas em anexo junto ao convite protocolado com os possíveis candidatos participantes. Inclusive, foi tomado o cuidado de convidar um mediador externo, sem qualquer tipo de vínculo político com os candidatos.

Por fim, informamos que cumprimos a decisão que determinou a suspensão da veiculação do debate e a realização do evento, em respeito à Lei e à Justiça Eleitoral. Queremos externar aos seguidores de todas as páginas envolvidas o nosso mais sincero e honesto pedido de desculpas por não poder realizar o evento. Reiteramos nosso compromisso com a verdade, a democracia, a pluralidade de ideias e a garantia de liberdade de imprensa. Apesar do visível desprezo com a mídia local por parte de alguns concidadãos sarandienses, permanecemos firmes no nosso trabalho à serviço da notícia.

Aproveitamos a oportunidade para agradecer imensamente aos nossos patrocinadores, que acreditaram no projeto e se dispuseram a patrocinar. Assim como a equipe técnica e de produção, e todos os profissionais envolvidos, que trabalhariam na ocasião para garantir uma estrutura de primeira, conforto dos participantes e transmissão de qualidade.

Entendendo que a parte representante no processo faltou com a verdade em alguns pontos específicos da representação, salientamos que buscaremos junto a mesma Justiça a devida reparação dos danos causados.

Nenhum comentário: